terça-feira, 29 de junho de 2010

Afilhado amado João Pedro



Este grande guerreiro me faz um cara melhor. Meu afilhado, com ele viro criança. Adoro seu jeito de me chamar de PADIM...puts, ele realmente E O CARA. Amo vc amado afilhado JOAO PEDRO.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Brasil x Portugal: Joguinho Ruimmmmmmmmmmmmmmmm



Que joguinho feio este heim, nada haver... fiquei preocupado, o Brasil não tem um banco de reserva forte...
Afe... tem que torcer muito e rezar muito hehehe...
Sucesso!!!

Entusiasmo na Seleção: Pra frente Brasil



Adoro o entusiasmo e a FÉ que as pessoas sentem nos jogos da seleção brasileira, o povo fica mais unido, mais sorridente... me alegra ver uma energia contagiante, todos vibrando em uma mesma onda... Não entendo nada de futebol, mas procuro entender de gente, sentimento e emoção...

Pra frente povo Brasileiro!

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Filmes para treinamento!!!!


O uso de filmes comerciais como metodologia em treinamentos para favorecer a aprendizagem tem sido cada vez mais comum. Utilizar algumas cenas ou até o filme inteiro pode reforçar a mensagem do treinamento e facilitar o entendimento de conteúdos. Mas, esta poderosa ferramenta de comunicação deve ser usada com bom senso, pois da mesma maneira que pode tornar seu treinamento um sucesso, poderá pôr tudo a perder se não for bem utilizada.
Apesar de ser uma ferramenta lúdica, se a escolha da utilização não for bem realizada e o instrutor não estiver preparado com um bom roteiro de discussão, o treinamento corre o risco de não atingir seu objetivo. Em treinamentos de curta duração acaba sendo mais preferível a utilização de cenas curtas que reforce a informação, devendo ser trabalhado a cena em si e não a mensagem do filme. Em treinamentos de longa duração, o filme pode ser trabalhado de maneira mais detalhada, trabalhando a mensagem do filme como um todo, mas claro sem esquecer de discutir algumas cenas específicas que exemplifique certas situações.
Existem vantagens e desvantagens nessas escolhas, na utilização de filmes em parcial, os trechos devem ser bem escolhidos pelo instrutor de treinamento, sendo que a escolha deve ser baseada no assunto que será abordado, analisando a cena que melhor evidencie isso. Em contra partida a utilização de filmes completos também exige uma escolha apropriada, tendo que, além pensar no tema a ser discutido, analisar também o público e adequação à faixa etária; neste caso também é importante preparar um ambiente apropriado para uma sessão de filme, que normalmente atinge de uma hora e meia a duas horas. Cadeiras adequadas, projeção em tela e luz ambiente são importantes componentes para uma boa sessão de filmes.
Inclusive existem, atualmente, empresas que preparam mensalmente uma “Sessão Pipoca” em que os funcionários são convidados a assistir um filme com um propósito de discussão em um espaço semelhante a um cinema, com direito a saquinho de pipoca e tudo.
Com pipoca ou sem pipoca, o mais importante é fazer a escolha adequada do filme. E, qualquer que seja o trabalho realizado com filmes, é essencial que haja um roteiro para discussão, podendo ser entregue uma cópia para cada participante para que a discussão permaneça focada.
Pensando na necessidade de auxiliar os profissionais interessados neste recurso, disponibilizamos uma lista de filmes e os respectivos temas que podem ser trabalhados. E nos próximos artigos iremos disponibilizar roteiros de discussões de alguns filmes.
Caso nossos leitores tenham outras sugestões de títulos de filmes ou de elaboração de roteiros, podem entrar em contato.

Advogado do Diabo, O - Ambição profissional. Ética.
A creche do Papai - Empreendedorismo, saber aproveitar oportunidade para se inserir no mercado.
A procura da Felicidade - Maestria profissional. Força de vontade, perseverança para atingir objetivos.
Anna e o Rei - Método de ensino.
Apollo 13 - Trabalho de equipe. Como comportar-se em situações imprevistas.
Armadilha - Treinamento. Planejamento.
Bee Movie - Conceitos de trabalho, produção e alienação. Escolha de uma profissão.
Billy Elioty - Visões etnocêntricas, origem do preconceito.
Caramuru, A invenção do Brasil - Conceitos de diferença e diversidade, identidade cultural
Carlota Joaquina, princesa do Brasil - Romantismo e suas relações com os contextos europeu e brasileiro
Carruagens de Fogo - Objetivos. Metas. Solidariedade grupal. Determinação.
Carteiro e o poeta, O - Aprendendo a pensar. Atendimento ao cliente.- Comunicação
Central do Brasil - Técnicas de comunicação escrita e verbal. – Produção cultural brasileira dos últimos tempos.
Chacal, O - Planejamento. Estratégia.
Chocolate - Técnicas de vendas. Persuasão.
Cidadão Kane - Poder a manipulação da opinião pública. – Comunicação
Cinema Paradiso - Aprendizagem através do Cinema. – Comunicação
Click - Construção de identidades, auto-conhecimento
Colecionador de Ossos, O - Planejamento. Estratégia. Táticas.
Copycat, A vida imita a morte - Técnica do conferencista para envolver a platéia.
Coração Valente - Liderança. Persuasão.
Crash - Preconceitos
Crianças invisíveis - Visões etnocêntricas. Diversidades culturais. Preconceitos.
De porta em porta - Vendas e atendimento ao cliente.
Deuses devem estar loucos, Os - Problemas de comunicação. Choque cultural. Aprendizagem de novos costumes.
Dia de Fúria, Um - Ritual de aposentadoria na empresa. Serviço ao cliente em empresa de Fast Food.
Diabo Veste Prada - Maestria profissional. Adequação ao ambiente de trabalho. Gestão de pessoas e liderança.
Doze homens e uma sentença - Decisão, consenso, capacidade de argumentação, visão, auto crítica.
Duas Vidas - Conceitos de diferenças, auto-conhecimento, reflexão sobre objetivos de vida
Edward Mãos de Tesoura - Venda porta e porta. Desmotivação do vendedor.
Escritores da Liberdade - Maestria profissional. Diversidades e preconceitos.
Esqueceram de mim - Planejamento de ações estratégicas. Como sair de uma situação difícil.
Filadélfia - Preconceito no ambiente de trabalho.
Firma, A - Entrevistas com candidatos a trainee de gerência
Ford, o homem e a máquina - Sucessão na empresa familiar. Insight criativo no trabalho
Formiguinhaz - Ascenção Profissional. Talento. Criatividade. Objetivos.
Forrest Gump, O Contador de Histórias - Comunicação.
Gandhi - Metodologia de ensino. Teoria e prática.
Gilbert Grape, Aprendiz de Sonhador - Planejamento. Objetivos definidos.
Gladiador, O - Trabalho de Liderança.
Homem Bicentenário, O - Conceito de humanidade. Máquina e o homem.
Intrigas - Manipulação de informação. Origem dos boatos e falhas de comunicação.
Jamaica abaixo de zero - Trabalho em equipe
L.A. Story - Péssimo atendimento ao cliente (Anti-marketing). Comportamento da vendedora em loja de roupas.
Laranja Mecânica - A margem dos valores vigentes na sociedade.
Limite Vertical - Equipe. Metas. Objetivos.
Linda Mulher, Uma - Tratamento a cliente indesejável em loja de Griffe.
Mensagem para você - Vendas. Comunicação via Internet. Adequação de perfil profissional.
Meu nome é rádio - Preconceitos
Miss Simpatia - Treinamento. Postura profissional. Adequação de postura.
Mudança de hábito - Liderança da equipe.
Náufrago - Postura pessoal e profissional. Auto-superação.
O Jardineiro Fiel - Valores e princípios éticos. Ética profissional.
Óleo de Lorenzo, O - Trabalho de pesquisa. Falta de apoio para implantar uma nova idéia.
Olga - Ideologia, identidades, reflexão sobre o contexto histórico
Pai da noiva, O - Trabalho de “venda de serviços”. Como trabalhar com a crise financeira.
Perfume de Mulher - Processo de mudança pessoal. Percepção
Piratas da Informática - Empreendedorismo. Lançamento de produto. História da informática.
Poderoso chefão 2 , O - Negócios ilícitos. Sucessão. Liderança.
Proposta Indecente - Estilos de atuação do instrutor
Quebra de Sigilo - Trabalho em Equipe
Quero ser Grande - Importância de ver o produto com olhos do cliente. Convicção pessoal do vendedor quanto ao seu produto.
Questão de Honra - Conflito entre subordinados. Decisão autoritária Vs. Decisão participativa.
Rain Man - Diferenças individuais. Espírito de equipe. Convergência de objetivos. Dificuldades e obstáculos na comunicação humana.
Rede de intrigas - Falta de ética profissional. Comunicação.
Rede, A - Sistema de informações. Mundo da informática.
Rei Leão - Sucessão familiar. Liderança.
Resgate do Soldado Ryan, O - Espírito de equipe. Responsabilidade social. Liderança. Perseverança.
Secretária de futuro, Uma - Obstáculos à carreira profissional da mulher. Apropriação indevida das idéias alheias. Relacionamento superior subordinado.
Seven, Os Sete Crimes Capitais - Planejamento. Objetivos definidos. Comportamento Humano.
Sexto Dia, O - Conceito de cientificidade. Ética nas pesquisas científicas.
Shakespeare Apaixonado - Criatividade. Metas e Objetivos. História. Arte. Ética.
Show de Truman, O - Percepção. Estratégia. Comportamento Humano. Ética.
Sociedade dos Poetas Mortos - Desenvolvimento de talentos no trabalho. Um olhar diferente sobre o mundo. Exercício de reflexão em treinamento, uso de situação da vida comum, em treinamento. Ensino não convencional.
Sucesso a qualquer preço - Falta de ética em negociação
Tempos Modernos - Discute a questão trabalhista nos anos 30. Ótimo para Teoria Geral da Administração. Literatura realista, naturalista e parnaziana.
Toy Story – Obsoletismo profissional. Perda de Empregabilidade.
Vida de Inseto - Conceitos gerais básicos de Administração.
Wall Street - Amoralidade do capitalismo financeiro. Especulação na bolsa de valores.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

O que é a felicidade para você?



Gostei do texto e quero compartilhar com voces guerreiros...

Eu não sei o que é para você a Felicidade. Mais para mim a Felicidade esta nas pequenas coisas, na banalidade do dia a dia, no olhar agradecido de um mendigo que recebe uma doação, no olhar de uma velhinha que recebe ajuda. É tão magnífico perceber a felicidade no cotidiano.

Não sei se você conhece o velho ditado latino, “Tempus Fugit, Vita Brevis, Carpe Diem” ou seja “O Tempo Foge, a Vida é Breve, Aproveite o Dia”, sugue o dia. Aproveitar os amigos, passar mais tempo ao lado das pessoas que amamos, errar, como é bom errar. Hilário? Pois só temos o gosto de acertar, quando sabemos o que é errar na vida.

Hoje vivemos em uma sociedade tão egoísta, tudo é tão complicado, fazemos tempestades em copos de água. Devemos aproveitar o Maximo a nossa vida, fazer das pequenas coisas grandes acontecimentos.

Você já viu o por do sol com a pessoa que você mais ama? Hoje quando você acordou você diz para a pessoa que você mais ama, o quando ela é importante na sua vida? Aconselho que faça, ai você caro(a) amigo(a) descobrirá o verdadeiro significado da FELICIDADE.

Hoje em um fato tão banal na sociedade capitalista em que vivemos, para mim foi um grande acontecimento. Fui ao Shopping com alguns amigos da faculdade de Jornalismo da PUC – GO (Fabíola, Nayara, Dhieny, Weverton e Anderson).

Passeamos no Shopping e depois comemos hamburgers e bebemos coca cola. Depois tiramos fotos com a coroa que ganhamos na Burger King. Como eu disse um fato tão banal para muitos, talvez você esteja ai pensando como sou bobo por perder meu tempo lendo esse artigo. Mais para mim, não foi banal, foi um dos melhores momentos da minha vida. Não por causa dos hamburgers e nem da Coca – Cola e muito menos da foto, mais pelo encontro com os meus amigos.

É nisso que consistem a essência da vida. A Felicidade. Se eu morresse hoje, eu morreria feliz. Falta muito ainda na minha lista coisas que eu quero fazer antes de morrer, mais hoje foi gratificante, valeu a pena ter passando por todas as superações e obstáculos, pois conheci o que é ser feliz.

Pois quando estou com os meus amigos, eu que sou tão sisudo por natureza, a criança que mora dentro de mim ganha vida, ao pular no elevador em movimento. Ao correr na escada rolante. E tantas outras criancices, coisas supérfluas para muitos. Mais para mim não é. Sou feliz e sei que faço os meus amigos felizes.

Um dia ao terminar a faculdade, ou talvez bem antes, os nossos caminhos tomem rumos diferentes, talvez um dia não nos vejamos mais. Mais a saudade desses dias de risos, nos levará de volta para o shopping e para esse dia.

Eu peço apenas que você que chegou ao final desse texto, que reflita o que você faz da sua vida? Ela vale a pena? Como é a sua relação com os seus amigos?

O dia que você conseguir ver o alem, a grandeza das pequenas coisas, você entenderá o que é ser Feliz. Nesse dia, a sua criança interior saltará de dentro de você para alegrar o nosso mundo. Não espere a fama, dinheiro, prestigio para ser feliz. Pois a felicidade esta ai dentro do seu peito, basta você parar e escuta-la e ai meu amigo(a) você será a pessoa mais feliz do mundo.

Hoje eu fui feliz, e quero que você também seja. Esses são os votos mais sinceros de um mero aprendiz.

Padre Fábio Melo

O porteiro do Puteiro (História séria!)


Não havia no povoado pior ofício do que 'porteiro do prostíbulo'.
Mas que outra coisa poderia fazer aquele homem?
O fato é que nunca tinha aprendido a ler nem escrever, não tinha nenhuma outra atividade ou ofício.
Um dia, entrou como gerente do puteiro um jovem cheio de ideias, criativo e empreendedor, que decidiu modernizar o estabelecimento.
Fez mudanças e chamou os funcionários para as novas instruções.
Ao porteiro disse:
- A partir de hoje, o senhor, além de ficar na portaria, vai preparar um relatório semanal onde registrará a quantidade de pessoas que entram e seus comentários e reclamações sobre os serviços.
- Eu adoraria fazer isso, senhor. - Balbuciou - Mas eu não sei ler nem escrever!
- Ah! Quanto eu sinto! Mas se é assim, já não poderá seguir trabalhando aqui.
- Mas senhor, não pode me despedir, eu trabalhei nisto a minha vida inteira, não sei fazer outra coisa. - Olhe, eu compreendo, mas não posso fazer nada pelo senhor. Vamos dar-lhe uma boa indenização e espero que encontre algo que fazer. Eu sinto muito e que tenha sorte.
Sem mais nem menos, deu meia volta e foi embora. O porteiro sentiu como se o mundo desmoronasse. Que fazer?
Lembrou que no prostíbulo, quando quebrava alguma cadeira ou mesa, ele a arrumava, com cuidado e carinho.
Pensou que esta poderia ser uma boa ocupação até conseguir um emprego.
Mas só contava com alguns pregos enferrujados e um alicate mal conservado.
Usaria o dinheiro da indenização para comprar uma caixa de ferramentas completa.
Como o povoado não tinha casa de ferragens, deveria viajar dois dias em uma mula para ir ao povoado mais próximo para realizar a compra.
E assim o fez.
No seu regresso, um vizinho bateu à sua porta:
- Venho perguntar se você tem um martelo para me emprestar.
- Sim, acabo de comprá-lo, mas eu preciso dele para trabalhar ... já que..
- Bom, mas eu o devolverei amanhã bem cedo.
- Se é assim, está bom.
Na manhã seguinte, como havia prometido, o vizinho bateu à porta e disse:
- Olha, eu ainda preciso do martelo. Porque você não o vende para mim?
- Não, eu preciso dele para trabalhar e além do mais, a casa de ferragens mais próxima está a dois dias de viagem sobre a mula.
- Façamos um trato - disse o vizinho.
Eu pagarei os dias de ida e volta mais o preço do martelo, já que você está sem trabalho no momento. Que lhe parece?
Realmente, isto lhe daria trabalho por mais dois dias.... aceitou.
Voltou a montar na sua mula e viajou.
No seu regresso, outro vizinho o esperava na porta de sua casa.
- Olá, vizinho. Você vendeu um martelo a nosso amigo.
Eu necessito de algumas ferramentas, estou disposto a pagar-lhe seus dias de viagem, mais um pequeno lucro para que você as compre para mim, pois não disponho de tempo para viajar para fazer compras.
Que lhe parece?
O ex-porteiro abriu sua caixa de ferramentas e seu vizinho escolheu um alicate, uma chave de fenda, um martelo e uma talhadeira. Pagou e foi embora. E nosso amigo guardou as palavras que escutara: 'não disponho de tempo para viajar para fazer compras'.
Se isto fosse certo, muita gente poderia necessitar que ele viajasse para trazer as ferramentas.
Na viagem seguinte, arriscou um pouco mais de dinheiro trazendo mais ferramentas do que as que havia vendido.
De fato, poderia economizar algum tempo em viagens.
A notícia começou a se espalhar pelo povoado e muitos, querendo economizar a viagem, faziam encomendas.
Agora, como vendedor de ferramentas, uma vez por semana viajava e trazia o que precisavam seus clientes.
Com o tempo, alugou um galpão para estocar as ferramentas e alguns meses depois, comprou uma vitrine e um balcão e transformou o galpão na primeira loja de ferragens do povoado.
Todos estavam contentes e compravam dele.
Já não viajava, os fabricantes lhe enviavam seus pedidos.
Ele era um bom cliente.
Com o tempo, as pessoas dos povoados vizinhos preferiam comprar na sua loja de ferragens, a ter de gastar dias em viagens.
Um dia ele lembrou de um amigo seu que era torneiro e ferreiro e pensou que este poderia fabricar as cabeças dos martelos.
E logo, por que não, as chaves de fendas, os alicates, as talhadeiras, etc ...
E após foram os pregos e os parafusos...
Em poucos anos, nosso amigo se transformou, com seu trabalho, em um rico e próspero fabricante de ferramentas.
Um dia decidiu doar uma escola ao povoado.
Nela, além de ler e escrever, as crianças aprenderiam algum ofício.
No dia da inauguração da escola, o prefeito lhe entregou as chaves da cidade, o abraçou e lhe disse: - É com grande orgulho e gratidão que lhe pedimos que nos conceda a honra de colocar a sua assinatura na primeira página do livro de atas desta nova escola.
- A honra seria minha - disse o homem. Seria a coisa que mais me daria prazer, assinar o livro, mas eu não sei ler nem escrever, sou analfabeto.
- O Senhor?!?! - Disse o prefeito sem acreditar.
O senhor construiu um império industrial sem saber ler nem escrever? Estou abismado. Eu pergunto:
- O que teria sido do senhor se soubesse ler e escrever?
- Isso eu posso responder. - Disse o homem com calma.
Se eu soubesse ler e escrever... ainda seria o PORTEIRO DO PUTEIRO!!!


O sobrenome do ex porteiro??? TRAMONTINA

sábado, 19 de junho de 2010

Dicas para o profissional que quer torcer pelo Brasil na Copa



Já que estamos em ritmo de Copa do Mundo e brasileiro que se preze ama futebol e torce com fervor pelo país, destacamos nesta News algumas dicas para quem deseja usufruir do momento com bastante diplomacia no ambiente de trabalho.

As dicas são de uma matéria da revista Você S/A, intitulada: "14 coisas que você precisa saber para não perder o emprego durante a Copa do Mundo". Leia abaixo e aproveite!

1) Posso ou não marcar uma reunião durante um jogo?
R: Se for jogo do Brasil sob nenhuma hipótese. As pessoas não terão foco e ficarão se perguntando quem fez gol, quem está ganhando.

2) Vale combinar com o pessoal do setor de ver um jogo em algum lugar fora do escritório, como um barzinho?
R: Depende da orientação da empresa e do esquema montado para os jogos. Se não tiver nenhum esquema e você estiver liberado, não há problemas. No caso de ter que voltar para o escritório depois do jogo, nada de bebidas alcoólicas. E outra coisa: seja comedido, nada de intimidades demais com os colegas de trabalho ou com seus chefes.

3) Não gosto de futebol, mas o pessoal do setor está fazendo um bolão. Participar ou não?
R: Você não precisa agradar ninguém, mas é uma oportunidade para ampliar a sinergia e a integração com os colegas. Mas, se você não se sentir confortável, recuse educadamente.

4) Em dia de jogo, vale vestir a camiseta do Brasil?
R: Se houver uma liberação da empresa, previamente combinado, tudo bem. Pode vestir o verde e amarelo, mas leve uma roupa extra para o caso de ter que trocar na última hora.

5) Ninguém combinou de assistir o jogo e sou fanático por futebol, nunca perdi uma Copa. Posso pedir para ter folga aquele dia?
R: Caso você nunca tenha perdido um único dia no trabalho, jamais tenha pedido para sair mais cedo, sempre foi o primeiro a se prontificar para fazer hora extra e ainda cumpre todas as metas da empresa, pode sim fazer a sugestão ao seu chefe. Dificilmente uma empresa mostrar-se-á insensível durante esse período.

6) Odeio futebol, nunca assisti a uma só Copa, mas meus colegas de escritório já decoraram suas mesas e o chefe alugou um telão para os jogos do Brasil. O que faço?
R: É importante entender que você faz parte de um time e que nesse momento será interessante se integrar, valorizando sua imagem junto aos demais. Vale o sacrifício, custa aos colegas entenderem que alguém possa não torcer pelo Brasil. E outra: são só 90 minutos.

7) O que fazer quando a única opção é assistir aos jogos da Copa com os colegas de trabalho que você não quer manter nenhuma relação (a não ser de trabalho)?
R: Flexibilidade é uma qualidade importante para crescer em uma carreira profissional. O relacionamento humano e a integração contam muito. Tente negociar para assistir em casa, caso não consiga, fique na sua. Respire fundo e assista ao jogo, mas sem comentários polêmicos.

8) Vale assistir aos jogos pela TV do celular ou internet?
R: Tudo vale a pena desde que você encare de forma tranquila. Fique atento para não levar advertência e "queimar o seu filme". Sinta o ambiente, acima de tudo.

9) Sou uma pessoa nova no setor e ainda não conheço muito bem meu chefe e a equipe. Qual melhor atitude tomar: sugerir que saiamos para assistir aos jogos ou continuar a trabalhar normalmente? Se todos combinarem de ir, vou também?
R: A sugestão é se integrar ao grupo, trocar ideias. É um momento único para promover uma integração rápida e conhecer o lado pessoal dos novos colegas e do chefe. Não sugira nada, espere para ver o que acontece. Se te convidarem, pode ir. Não se esqueça que, mesmo durante um jogo, você está sendo avaliado por todos, então mantenha uma atitude de amizade.

10) A empresa onde trabalho mantém um quadro de funcionários muito jovem. Qual a melhor dica para manter a produtividade, antes e depois dos jogos?
R: Observe o comportamento dos líderes da empresa. Pergunte como foi o esquema na Copa anterior. É normal que haja, nos 15 minutos antes e depois aos jogos, discussões de forma descontraída. Combine que comentários posteriores a este período não estão na regra durante a Copa, assim, todos produzirão mais e trarão foco à empresa.

11) Você está em outro país a trabalho e ninguém liga pra futebol. Vale inventar uma dor de cabeça só pra assistir ao jogo do Brasil na Copa no quarto do hotel?
R: Vale a pena desde que isso não afete seus compromissos e sua agenda de trabalho. Deve pesar, também, o seu cargo e a sua imagem perante o grupo e a empresa. Não invente, de forma alguma, a dor de cabeça, ela se transforma em uma dor real caso seu chefe descubra. É melhor, com muito tato, convencer o chefe a liberá-lo na hora do jogo.

12) Posso propor à diretoria uma pausa para vermos aos jogos ou é melhor esperar a manifestação de nossos superiores?
R: As lideranças da empresa devem planejar, com antecedência, o esquema de trabalho para os dias de jogos. Se isso não acontecer, o melhor canal é o de RH ou departamento pessoal.

13) Na Copa, vale comemorar os gols do Brasil enlouquecidamente junto ao chefe ou é melhor manter a postura corporativa? Pega mal xingar alto no meio da partida?
R: Preste atenção: você continua no ambiente corporativo, mesmo sendo Copa do Mundo, e existe uma etiqueta a ser seguida. Em algumas empresas há maior liberdade e o ambiente pode ser descontraído. Assim, você precisa "sentir" até onde pode ir. Manter a compostura é fundamental.

14) Se meu chefe for argentino, por exemplo, posso "tirar sarro" dele quando a Argentina perder algum jogo?
R: Não! Respeito, ética e medo são fundamentais para garantir seu emprego com o Brasil campeão ou não. Rivalidades e gozações só com amigos bastante íntimos e bem longe do ambiente corporativo.

Fonte: Você S/A

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Bom dia guerreiros!!


"Não perca tempo maldizendo o mal que lhe fizeram, ou os fracassos que teve. Comece a partir de agora a ver o que pode fazer para reconstruir. Siga em frente corajosamente, pois a vida sorri somente para aqueles que não param no meio da estrada."

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Meu dia!!!



Hoje não ta muito legal não, essas flores vão alegrar meu dia...


" Felizes sao os loucos..ki vivem pouco...mas vivem como querem!

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Villela da Matta, presidente da Sociedade Brasileira de Coaching, destaca os seguintes passos para mudar de vida:


Estabeleça metas
Tenha uma extraordinária expectativa com relação ao futuro, além de uma definição de metas claras que te inspirem a viver. Uma grande expectativa eleva o grau de energia que iremos despender nas ações. Mais de 97% das pessoas não possuem suas metas por escrito e definições de datas a serem conquistadas, diz Villella.


Esqueça o passado

Seu passado não pode interferir nas conquistas futuras. Elimine as desculpas para não entrar em ação ou não conseguir resultados. Justificativas do tipo sou muito velho, muito novo, não tenho dinheiro suficiente ou não tenho tempo são frases que lhe fazem continuar no mesmo lugar onde está, a chamada zona de conforto. Vencedores encaram o mundo de frente e sobrepõem as barreiras para ir em busca do objetivo desejado, afirma o coach.

A responsabilidade é sua
Assuma total e irrestrita responsabilidade por tudo que acontece em sua vida. Muitas pessoas desejam, sinceramente, obter maior resultado nos relacionamentos, na vida profissional e financeira, mas não conseguem se sentir felizes nessas áreas simplesmente porque justificam as derrotas com fatores externos, explica ele.

Planeje seus próximos cinco anos
Entre em ação todos os dias focado em obter os resultados planejados. A maioria das pessoas superestima o que pode fazer em um ano, mas subestima o que pode fazer em cinco. Exatamente TODAS as pessoas, em cinco anos, podem transformar suas vidas completamente. Basta ter planejamento, ação e foco, assegura Villella.

Aprenda
Invista em conhecimento. Existe uma grande diferença entre trabalho duro e trabalho inteligente. Há pessoas que desejam vencer e trabalham arduamente para suas conquistas. Outros, mais preparados e dotados de conhecimento, descobrem caminhos e rotas mais rápidas para sua vida e se tornam vencedores. Conhecimento é o grande potencial competitivo da atualidade. Muita gente investe em MBAs ou pós, porém, o que faz mesmo a diferença é possuir técnicas de controle e estratégias mentais, técnicas efetivas de comunicação, técnicas de planejamento e organização do tempo, que são instrumentos fundamentais para o sucesso de qualquer pessoa, garante ele.

sábado, 5 de junho de 2010

Gripe é ruim!!!


Caracas, fiquei mal neste feriadão... cama, cama, cama... peguei uma infecção pulmonar, quase uma pneumonia... mas ja estou um pouco melhor.

Mas levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima.

terça-feira, 1 de junho de 2010

Logomarca copa 2014



A Fifa registrou, no dia 29 de março, a logomarca da Copa do Mundo do Brasil, em 2014. A imagem é uma Taça Fifa estilizada e representa várias mãos envolvendo o ano do Mundial, criando a forma do troféu. A documentação apresenta apenas a imagem em preto e branco e colorida, nas cores verde e amarelo, com o ano em vermelho.

O anúncio oficial da marca vai ser feito apenas em julho, três dias antes da final da Copa de 2010. A escolha foi tomada por um comitê de notáveis, formado pelo presidente da CBF, Ricardo Teixeira, além de Jerome Valcke, da Fifa, Oscar Niemeyer, Paulo Coelho, Ivete Sangalo, Gisele Bündchen e Hans Donner.

O registro da marca foi feito no OHIM (Trade Marks and Design Registration Office) da União Européia, o escritório de registro de patentes da Europa. Além do logo, a Fifa também garantiu a posse dos termos “Brazil 2014”, “Mundial 2014”, “World Cup 2014”, “WM 2014”, “WK 2014”. O ano 2014, porém, tem outro dono: o Comitê Olímpico Internacional.

O COI vai realizar, em quatro anos, as Olimpíadas de Inverno, em Sochi, na Rússia, e os Jogos da Juventude, em Nanjing, na China.